24 jul. 2017

Fátias Húngaras

 

Amores, primeiramente peço desculpas pelas fotos descuidadas… Fiz essas Fátias Húngaras em um feriado em família, e as fotos foram para o “grupo da família”, sabe? Então está super simples. Mas como não sei quando farei novamente, e muitas meninas tem me pedido a receita pelo Instagram, resolvi colocar logo para não deixá-las na mão!

 

Me apaixonei por essas “rosquinhas” na minha infância, quando a amiga da minha mãe, Célia, fazia as Fatias Húngaras mais delicadas e deliciosas! As melhores que já comi! Felizmente ela nos ensinou anos atrás e aqui estou eu passando a receitinha para vocês.

 

Receita Fatias Húngaras
Receita Fatias Húngaras

 

Ingredientes para Fatias Húngaras

Massa

  • 2 copos de leite integral (medida de copo de vidro de requeijão)
  • 3 ovos
  • 2 tabletes de fermento biológico fresco (fica na parte refrigerada do mercado)
  • 3 colheres (sopa) de óleo
  • 1 colher rasa de sal
  • 9 colheres de açúcar
  • +/-  1 kg de trigo (as vezes precisa de mais)

Recheio

(fazer enquanto a massa cresce)

  • 2 tabletes de manteiga sem sal
  • 1 1/2 xícara de açúcar
  • 2 côcos frescos ralados fino (+/- 500g)

Misture tudo com as mãos até obter uma pasta homogênea. Reserve.

Calda

(fazer enquanto a massa cresce)

  • 3 garrafinhas ou caixinhas de leite de côco
  • 3 latas/caixas de leite condensado Moça ou Piracanjuba
  • 3 latas de leite integral (medida do leite condensado)
  • Cravo a gosto (bastante)
  • Canela em pau a gosto (bastante)

Ferver e reservar. Eu gosto de colocar a calda morna/quente nas fatias pois acho que absorve melhor do que com a calda fria.

 

Receita de Fatias Húngaras

 

  • Primeiro de tudo: não pode ter pressa, a massa tem que ter o tempo dela para crescer bem linda. Se você quer assar 17:00, tem que amassar de manhã, pois precisa crescer 2x.
  • Desmanche o fermento em 1/2 copo de leite morno com 2 colheres de trigo.
  • Em uma bacia bem grande, misture todos os ingredientes como se fosse fazer um pão, abafe com pano de prato e coloque para crescer até dobrar de tamanho.
  • Depois de crescida, divida a massa em 2 ou 3 partes e abra com um rolo. É importante deixar a massa bem fina, para que depois de pronta fique com várias camadinhas/voltinhas bem delicadas.
  • Espalhe o recheio com as pontas dos dedos na massa aberta e enrole como se fosse um rocambole. Bem apertadinho.
  • Corte em fatias de +/- 2 dedos e coloque em formas untadas com margarina. Tem que deixar espaço entre elas pois vai crescer novamente.
  • Cubra com pano de prato e deixe crescer mais uma vez.
  • Asse em forno médio pré aquecido até que as Fatias Húngaras estejam levemente douradas.
  • Separe refratários/travessas/potes/o que você tiver e coloque um pouco de calda no fundo. Coloque as fatias lado a lado e regue com bastante calda, uma por uma.
  • Espere esfriar (ou não!) e delicie-seeeee!!!
  • Obs: O que sobrar na travessa precisa ser tampado para não ressecar.

 

Fatias Húngaras feitas em família na casa da Vó Laura
Fatias Húngaras feitas em família na casa da Vó Laura

 

A receitinha é um pouco trabalhosa, mas garanto que VALE MUITO a pena todo o trabalho!

Façam e venham me contar!

 

Beijos,

Bru.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 × 5 =