22 set. 2016

Diário de Massa Fresca: Minhas (poucas) tentativas até agora

 

Estou muito empolgada para falar sobre Massa Fresca com vocês!

Sei que é um assunto que bastante gente estava esperando, e esse mundo da massa fresca, que é novo para mim, tem sido uma terapia.

Até agora fiz massa 4 vezes, e vou compartilhar com vocês como foi cada teste, vamos lá?!

 

Como Fazer Massa Fresca – O básico que você precisa saber

 

  • Primeiro de tudo: Para fazer massa, você precisa fazer conta. Calma! Não é nada de mais, uma continha básica de 100g de farinha + 1 ovo para cada pessoa. 

 

  • A massa fresca é composta de algumas etapas básicas: Mistura dos ingredientes, Sova, Descanso, Abertura e Corte, Cozimento (podendo ter secado um pouco antes, ou não).

 

  • Além disso, sempre temos que trabalhar polvilhando trigo/sêmola na massa e bancada para não grudar. A massa que vai descansar, ou que está aguardando para ser aberta e cortada deve sempre estar embalada em plástico filme para não ressecar.

 

Essa é a massa caseira mais básica que tem, aquelas da vovó mesmo. Ela não é das minhas preferidas pois:

1. Acho a massa apenas com farinha meio molenga, mesmo cozinhando al dent não tem aquela resistência na massa.

2. É uma massa branca, mesmo usando ovo caipira ela fica bem clarinha, e eu amo massa amarelinha, que geralmente vão mais gemas do que ovos inteiros. Mas você pode começar por ela, por ser a mais básica, e pra você experimentar e descobrir do que gosta.

 

Vale dizer que é comum usar pequenas variações, como adicionar uma ou duas colheres de água, um fio de azeite de oliva, uma pitada de sal… Geralmente não acho necessário, mas tem gente que gosta de usar, e não tem nada de mais nisso.

 

Eu disse que não gosto de massa apenas com a farinha, prefiro quando ela é mista de farinha e de Semolina.

Não sei dar detalhes técnicos da semolina, mas sei que ela é a parte Grano Duro do trigo. E ela sim deixa a massa mais firminha, com aquele al dent perfeito.

 

Desde que comprei os acessórios de massa para a minha batedeira, “investi” (é, pq é bem mais caro: cerca de R$ 13 o kg) em farinhas italianas.

A farinha italiana 00 é muito fina, perfeita para massas frescas. Essa da foto abaixo não é minha preferida, comprei para experimentar, mas gostei mais da que eu tinha comprado antes, a da embalagem amarela.

A semolina italiana também é muito mais fininha e gostosa do que a nacional. Inclusive, todo meu amor por essa da Divella: ela é perfeita!

Essas farinhas italianas são bem difíceis de encontrar, as minhas comprei no Mercado Municipal, a farinha na Bon Vivant e a semolina no Empório do Sabor.

 

Como fazer massa fresca - Farinha e Sêmola
Como fazer massa fresca – Farinha e Sêmola

 

Essa farinha 00 da marca Pivetti foi a que comprei antes e gostei mais: ela vem até escrito na embalagem que é ideal para massa fresca. Comprei na Bon Vivant.

 

Como fazer massa fresca - Farinha Italiana
Como fazer massa fresca – Farinha Italiana

 

Bom, acho que com essas informações básicas já podemos ir para os testes! Como disse, foram 4 até agora, e vou descrever todos para vocês!

 

Primeira Tentativa: Ingredientes Nacionais e Mão na Massa

 

Proporção: 65% de trigo / 35% de sêmola (ingredientes nacionais) + 1 ovo inteiro a cada 100g

Sova: Apenas na batedeira

Corte: Tagliatelle (na faca)

Resultado: Um pouco porosa, inclusive depois de cozida. Cor bem clara (branquinha). A não ser que a pessoa tenha muita prática em abrir massas na mão, não fica muito legal, pois na hora de abrir e cortar é inevitável que um lado fique mais fino do que o outro, isso faz diferença, pois quando cozinha o que está mais fino cozinha mais, o que está mais grosso cozinha menos…

Não gostei de fazer massa 100% na mão e resolvi esperar a próxima tentativa para quando tivesse meu acessório. Rsrs

 

Isso foi em fevereiro desse ano, ainda não tinha os acessórios para abrir, apenas a batedeira. Então misturei os ingredientes e sovei na batedeira. Deixei descansar 30 minutos em temperatura ambiente embalada em plástico filme, e depois abri no rolo e cortei na mão.

 

Como fazer Massa Fresca - Primeira Tentativa
Como fazer Massa Fresca – Primeira Tentativa, cortando na mão 

 

Depois de cortar passava na farinha e sêmola para não grudar e espalhava na bancada (também polvilhada).

 

Como fazer Massa Fresca - Primeira Tentativa: Fiquei feliz que saiu! Hehehe
Como fazer Massa Fresca – Primeira Tentativa: Fiquei feliz que saiu! Hehehe

 

Deixei a massa um pouquinho na bancada para dar uma secada antes de cozinhar. Pode cozinhar diretamente sem problemas, mas eu deixei um pouco enquanto arrumava a mesa, esquentava o molho, etc.

 

Como fazer Massa Fresca - Primeira Tentativa
Como fazer Massa Fresca – Primeira Tentativa

 

Depois de cozida e misturada com o molho, ficou assim:

 

Como fazer Massa Fresca - Primeira Tentativa
Como fazer Massa Fresca – Primeira Tentativa

 

Segunda tentativa: Rigatoni no meu acessório de massa para batedeira

 

Proporção: 50% de trigo / 50% de sêmola (farinhas italianas) + 1 ovo inteiro a cada 100g

Sova: Apenas na batedeira

Corte: Rigatoni (no acessório de massas para batedeira)

Resultado: Muito pesada e porosa, branca depois de cozida, os rigatonis ficaram tortos e amassados. Não sei dizer exatamente o motivo desse resultado, mas eu atribuí principalmente por ter sovado apenas na batedeira (o bom mesmo é sovar um pouco na mão), e ter escolhido uma proporção de sêmola muito alta para esse corte que é furadinho no meio. Usaria uma proporção 50/50 novamente para um corte reto, como parpadelle, tagliatelle, spaghetti, etc.

 

Ou seja, não gostei. Vou testar outro dia essa proporção em outro corte, e da próxima vez que fizer esse vou usar mais trigo do que sêmola, mais gemas do que ovos inteiros para deixar a massa mais amarelinha, e sovar alguns minutos na mão.

 

Como fazer Massa Fresca – Segunda Tentativa

 

Terceira Tentativa: A que eu amei

 

Como fazer Massa Fresca – Terceira tentativa: A que amei

 

Proporção: 70% de trigo / 30% de sêmola (farinhas italianas) + ovo inteiros + gemas (Para 600g da mistura de trigo e sêmola usei 4 ovos inteiros e 6 gemas)

Sova: Misturei na máquina e sovei 5 minutos na mão, como estava pesada por causa da sêmola sovei metade de cada vez.

Corte: Spaghetti (no acessório de massas para batedeira)

Resultado: Essa foi a massa que eu fiz que mais gostei: Ficou mais amarelinha (ainda não tanto como eu gostaria), al dent, corte certinho, perfeito. Depois de cozida ficou super brilhosa, coisa mais linda.

 

Depois de misturar na batedeira, sovar 5 minutos na mão e descansar embalada em plástico filme por 30 minutos, fiz bolinhas e modelei como Spaghetti no meu acessório Pasta Press da Kitchenaid.

 

Como fazer Massa Fresca - Terceira Tentaviva: Modelando no meu acessório para batedeira
Como fazer Massa Fresca – Terceira Tentaviva: Modelando no meu acessório para batedeira

 

Fiz no dia anterior, ao que iria servir, e como ainda não tinha o varal para massas, deixei secar um pouco sob um pano de prato polvilhado com bastante farinha e sêmola, depois transferi para uma forma com pano e tudo, embalei bem com plástico filme e deixei na geladeira até o dia seguinte, tirando uns 30 minutos antes de cozinhar.

 

A combinação escolhida para esse Spaghetti foi: Molho de limão siciliano com aspargos e Parma fresco, finalizado com Parma crocante e salsinha muito bem picadinha. Vou colocar a receita em outro post para esse não ficar mais gigante, ok?!

 

Como fazer Massa Fresca - Terceira Tentaviva
Como fazer Massa Fresca – Terceira Tentaviva: Massa com molho de limão sicilano e aspargos, com crispy de parma.

 

Quarta Tentativa: Massa Colorida e Recheada

 

Essa massa me deu um pouquinho de trabalho e irritação no começo, mas por culpa apenas minha… Lembra no início quando eu disse pra sempre trabalhar com bancada e massa enfarinhadas?! Então… Se a massa for fininha assim, e tiver um recheio fazendo peso nela, redobre o cuidado!

 

14455707_1236388319744711_2003298330_o
Quarta Tentativa: Massa Colorida e Recheada: Não polvilhei a bancada e a massa e acabei com tudo grudado.

 

Mas essa foi apenas a primeira leva, que ficou assim toda torta pq tive que desgrudar da bancada com uma espátula…  😡  Na segunda leva nos acertamos e ficamos assim:  😀

 

14453840_1236388316411378_298558125_o
Quarta Tentativa: Massa Colorida e Recheada: Mas a gente aprende rapidinho, e a segunda leva já ficou assim.

 

Bom, como vocês viram, ainda resolvi complicar e fazer um lado do ravióli com massa “comum”, e o outro com massa verde. Por isso, tive que fazer a massa em 2 partes, onde as quantidades foram exatamente as mesmas, mas a que colori com espinafre branqueei (joga na água fervente e já escorre pra água gelada com gelo) 1/3 de maço de espinafre (apenas as folhas) e bati no liquidificador com os ovos, para depois proceder normalmente com o processo de mistura, sova, descanso…

 

14438985_1236388339744709_700095334_o
Quarta Tentativa: Massa Colorida e Recheada: Massa Verde de espinafre e Massa Comum

 

Então fiz 2 vezes o processo abaixo, uma vez normal, e outra com o espinafre conforme descrevi acima.

 

Proporção: 85% de trigo / 15% de sêmola (farinhas italianas) + ovo inteiros + gemas (Para cada 400g da mistura de trigo e sêmola usei 2 ovos inteiros e 4 gemas)

Sova: Misturei na máquina e sovei 5 minutos na mão, polvilhando trigo aos poucos, principalmente na massa verde, que ficou pouca coisa mais úmida por conta do espinafre. Foi uma delícia de sovar essa massa, pois como para massa recheada se usa menos sêmola, fica bem levinha.

Corte: Abri no cilindro (do acessório para batedeira), e cortei com o cortador de raviólis. A massa que sobrou dos raviólis passei novamente no cilindro e cortei como Fettuccine (no acessório da batedeira). Tanto o cilindro, quanto o cortador são do acessório Pasta Roller da Kitchenaid.

Resultado: Ótimo. Foi uma delícia tanto de trabalhar quanto de comer essa massa. Apenas fica o aviso de polvilhar bastante farinha para trabalhar com ela, e se for guardar deixar secar um pouco e guardar bem polvilhada, pois é uma massa bem macia que gruda bastante.

Eu usei pouca sêmola pois em massa recheada se usa mais trigo mesmo, mas com certeza vou repetir exatamente o mesmo processo para fazer massa verde com mais sêmola quando for fazer massa lisa/simples.

 

14393156_1236388279744715_400104431_o
Quarta Tentativa: Massa Colorida e Recheada: Raviólis prontos e Fettuccine

 

Como eu disse, quero o foco desse post apenas na massa em si, depois passo a receita dos molhos pra vocês, mas olhem como servi os raviólis: Eles foram recheados com cogumelos ao catupiry e servidos com medalhão de mignon ao molho de mostarda dijon, inspirado em um prato que amamos do Restaurante Barolo aqui de Curitiba. Foi pedido especial da minha amiga que mora no Canadá e ama esse restaurante!

 

14455715_1236388253078051_203636106_o
Massa fresca colorida e recheada: raviólis de cogumelos ao catupiry, servidos com medalhão de mignon ao molho de mostarda dijon

 

 

UFA! 2 horas e meia depois, terminei de escrever esse post, nem acredito!

Gente, essas foram minhas primeiras tentativas, e espero que vocês tenham gostado de acompanhar. Agora os próximos passos são:

  • Passar as receitas dos molhos que servi com o spaghetti e o ravióli
  • Fazer um novo post contando pra vocês os dois acessórios de massa que tenho: Pasta Roller e Pasta Press, ambos para batedeira Kitchenaid
  • Tentar fazer uma massa bem amarelinhas, com muitas e muitas gemas
  • Quem sabe gravar um vídeo fazendo massas    😉

Beijos e até a próxima!

Bru.

Leia Mais

12 set. 2016

Churrasco Diferente: Legumes e Frutos do Mar na Brasa

 

Oi minha gente! Fazia tempo que eu queria fazer esse churrasco diferente, com legumes e frutos do mar na brasa.

É uma opção bem diferente e saudável para um fim de semana, e é bem simples de se fazer, mas vou dividir com vocês alguns detalhes de como fizemos…

 

Legumes e Frutos do Mar na Brasa
Legumes e Frutos do Mar na Brasa

 

Ingredientes que usamos:

 

  • Aspargos
  • Cenoura
  • Abobrinha
  • Brócolis
  • Cogumelo Shiitake
  • Cogumelo Eryngui
  • Alho
  • Camarão
  • Polvo
  • Para temperar: mistura de manteiga mole (ponto de pomada), azeite de oliva, sal e pimenta.

 

Preparação dos Camarões na brasa:

 

Legumes e Frutos do Mar na Brasa: Espetinho de Camarão na Churrasqueira
Legumes e Frutos do Mar na Brasa: Espetinho de Camarão na Churrasqueira

 

Colocamos os camarões em espetinhos. Na hora de levar para a churrasqueira temperamos um pouco com sal e lemon pepper e um pouco com sal Maldon defumado. O camarão é muito rápido: Em qualquer método de preparo: Ficou rosinha, está pronto! Se passar disso ele fica borrachudo. Em alguns espetinhos pincelei a misturinha de manteiga.

 

Preparação do Polvo na brasa:

 

Legumes e Frutos do Mar na Brasa: Preparando o Polvo
Legumes e Frutos do Mar na Brasa: Preparando o Polvo

 

O polvo antes de ser levado a grelha, precisa de um pré-cozimento para deixa-lo mais macio, pois levando cru para a grelha é quase certeza de que ele fica borrachudo.

 

Dessa vez eu experimentei um novo método de cozimento que vi no Master Chef: Em uma panela grande colocamos a água, um pouco de cenoura, salsão, cebola, 1/2 cebola piquet (1/2 cebola espetada com folha de louro e cravinhos). Deixa ferver muito bem. Com o auxílio de uma pinça ou outro utensílio, mergulha o polvo 3x nessa água fervente. Então deixa na panela semi tampada cozinhando por cerca de 1 hora e 30 minutos, ou até ficar bem macio.

OBS: Antes de cozinhar lavei o polvo em água corrente e esfreguei bem, massageando com um pouco de sal grosso e limão thaiti espremido. Depois enxaguei em água corrente.

 

Na hora de levar para a grelha, temperei passando um pouco da misturinha de manteiga com a ajuda de um pincel.

 

Eu já falei sobre esse ingrediente nos posts Polvo a Lagareiro  e Carpaccio de Polvo. Nos dois posts ensinei como cozinhar o polvo na pressão, uma outra opção bem prática para o pré-preparo desse ingrediente. É bem mais rápido e fica muito bom também. A diferença é que na pressão a gente perde um pouco mais do volume do polvo (ele diminui mais) do que no cozimento comum.

 

Preparação dos Legumes na brasa:

 

Legumes e Frutos do Mar na Brasa
Legumes e Frutos do Mar na Brasa

 

Os legumes realmente não tem segredo. Basta lavar e cortar como quiser.

Os aspargos eu prefiro descascar, pois acho um pouco fibroso quando asado com casca. Usei um descascador de cenouras para descascar os aspargos e cenouras.

O brócolis cortei em flores grandes, assim como a abobrinha foi cortada apenas ao meio, para ficar mais al dent depois de assado.

O alho embalei em papel alumínio com um fio de azeite de oliva, sal e pimenta, e deixamos por mais ou menos 30 minutos assim fechadinho, para depois abrir apenas para dourar. Esse alho fica desmanchando.

Temperei na hora de levar para a grelha, passando um pouco da misturinha de manteiga em cada legume, com a ajuda de um pincel.

 

Legumes e Frutos do Mar na Brasa
Legumes e Frutos do Mar na Brasa

 

Depois de tudo preparado, basta levar para a churrasqueira: Coloque primeiro o que tem um tempo de cozimento maior: cenoura, abobrinha, alho… Então vá colocando os ingredientes que cozinham mais rápido depois, tudo pincelado com a misturinha de manteiga, inclusive o polvo, que é super rápido, é um “susto” mesmo, rsrs… Se deixar demais ele resseca.

 

Legumes e Frutos do Mar na Brasa
Legumes e Frutos do Mar na Brasa

 

O que acharam desse churrasco diferente? Eu ainda prefiro uma carne bem suculenta (rsrs) achei muito gostosa essa opção levinha…

Se fizerem me contem, tá?!

 

Beijos,

Bru.

Leia Mais

06 set. 2016

Pão do Instagram: Receita de pão caseiro fácil e sem sova

 

Coloquei o nome de Pão do Instagram nessa receita de Pão Caseiro super fácil e simples de fazer, por ter visto em umas 4 contas diferentes! Foi muito engraçado seguir “o rastro” do pão, que foi mais ou menos assim… @coisasquecurto_by_liegi que viu na @alinereginato, que viu no @servidos, que viu no @menoscasamaislar, e eu que vi em todos eles e agora estou aqui compartilhando com vocês.  😀

 

Pão caseiro: essa receita é fácil e simples.
Pão caseiro: essa receita é fácil e simples.

 

Ingredientes para o Pão Caseiro Simples:

 

  • 250 ml de leite morno – coloque no microondas por 40 segundos (precisa ser morno para ativar o fermento, mas não pode ser quente demais para não matar o fermento)
  • 1 sachê de fermento biológico (Fleischmann)
  • 1/2 xícara de óleo
  • 2 ovos inteiros (de preferência em temperatura ambiente)
  • 1/4 de xícara de açúcar (pode ser branco, mas eu usei o mascavo orgânico)
  • 1 colher (chá) de sal
  • 3 xícaras de farinha de trigo (usei metade branco e metade integral, mas pode ser só branco)

 

Como Fazer o Pão Caseiro Simples:

 

  • No liquidificador, ou na mão com um fouet, misture muito bem o leite com o fermento, junte o óleo e ovos e misture bem.
  • Em uma bacia ou bowl coloque a farinha, o açúcar e e o sal.
  • Misture a parte líquida batida no liquidificador (ou fouet) e misture muito bem por alguns minutos, até a massa ficar bem homogênea.
  • Concentre tudo no centro da travessa, cubra com um pano e coloque para crescer por 1 hora em um lugar quentinho. Dica: Coloquei dentro do forno aquecido por 1 minuto, liga por 1 minutinho só para aquecer e deixa crescendo lá dentro com ele desligado.
  • Depois de 1 hora, a massa deve triplicar de tamanho, se isso não aconteceu deixe mais uns 20 minutos.
  • Passe a massa para uma forma untada e enfarinhada e asse em forno pré aquecido a 180ºC por 30 a 40 minutos. (Eu assei em 205ºC pois o 180 do meu forno é fraco demais).
  • Prontinho! Basta tirar da forma e comer quentinho com aquele café passado na hora… Huuummm

 

Pão caseiro: essa receita é fácil e simples.
Pão caseiro:Pronto para passar uma manteiga e acompanhar um cafézinho.

 

Espero que tenham gostado.

 

Beijos,

Bru.

Leia Mais

01 set. 2016

Pão Italiano Recheado

 

Esse Pão Italiano Recheado é muito fácil de fazer, e faz o maior sucesso!

Para a entradinha de um jantar, receber amigos para uma mesa de pestiscos, ou até mesmo para tomar um vinho a dois, essa opção é super gostosa e prática.

 

Pão Italiano Recheado: Pronto para ir ao forno.
Pão Italiano Recheado: Pronto para ir ao forno.

 

Ah, e o mais legal é que você pode deixar pronto antes, embalar no papel alumínio para apenas levar ao forno na hora de servir. Eu gosto muito de comidinhas assim que podemos deixar pronto antes, pois assim conseguimos ficar mais tranquilos e aproveitar mais nossos convidados a hora que eles chegarem.

 

Ingredientes para o Pão Italiano Recheado:

 

  • 1 Pão Italiano – Dica: Coloque o pão em um saco plástico fechado com certa antecedência, pode ser até no dia anterior, pois fica bem mais fácil para cortar.
  • 200g de mussarela em fatias
  • 50g de queijo Parmesão ou Grana Padano ralado
  • Ervas de sua preferência: Nesse eu usei salsinha, cebolinha e orégano fresco, mas também fica uma delícia com alecrim, manjericão ou o que mais você gostar.
  • 2 dentes de alho moídos ou bem picadinhos (opcional)
  • 100g de manteiga
  • um fio generoso de azeite de oliva (usei o aromatizado com alho)
  • Sal
  • Pimenta do Reino
  • Papel alumínio
  • Barbante

 

Como Fazer Pão Italiano Recheado:

 

  • Derreta a manteiga com o azeite de oliva e adicione as ervas, o alho, o sal e a pimenta. Pode derreter tanto na panela quanto no microondas, tanto faz.
  • Com uma faca de serra, corte o pão em fatias largas na vertical e na horizontal para formar quadradinhos, mas sem chegar até o final: ele tem que ficar todo preso na base.
  • Com um pincel ou colher, passe a mistura de manteiga com os temperos entre os espaços do pão: com uma mão abra os quadradinhos e com a outra vai passando o tempero. Reserve 1/3 da mistura para passar por cima para finalizar.
  • Coloque fatias de mussarela em todos os espaços entre um quadradinho e outro. Se estiver usando fatias finas, pode fazer rolinhos ou dobrar para facilitar.
  • Se o seu pão ficou muito aberto (o meu ficou!) amarre com um barbante para que ele fique o mais próximo do formato original possível.
  • Passe por cima um pouco da manteiga com os temperos.
  • Embale no papel alumínio e leve ao forno médio pré aquecido por cerca de 15 minutos.
  • Depois de 15 minutos de forno, a mussarela deve estar derretida. Tire o papel alumínio e salpique um o Parmesão. Deixe mais 5 minutinhos só para dourar um pouco em cima.

 

 

Pão Italiano Recheado
Pão Italiano Recheado

 

Agora você pode tirar o barbante e cada um puxa um quadradinho com bastante queijo derretido. Huuummm

Espero que tenham gostado e que façam na casa de vocês!

 

Beijinhos,

Bru.

Leia Mais

22 ago. 2016

Salada de Acelga Oriental

Essa Salada de Acelga é super fácil de fazer e fica deliciosa.

Além de ser uma opção super prática para o dia a dia, combina muito para acompanhar um churrasco. Meu marido adora, e pode fazer tanto com acelga quanto com repolho verde, ficam igualmente deliciosas e eu faço bastante das duas.

 

Salada de Acelga
Salada de Acelga

 

Como é uma coisa bem do dia a dia, não tem as quantidades muito exatas, faço “de olho” mesmo, mas vou colocar as quantidades aproximadas e você adapta conforme seu gosto, tá?!

 

Ingredientes para Salada de Acelga

 

  • 1/2 maço de acelga lavada picada em tirinhas (ou 1/2 repolho verde ralado ou cortado bem fininho, caso queira fazer com repolho)
  • 4 dentes de alho grandes bem picadinhos
  • Gengibre ralado, de 1 a 2 colheres de sopa, depende do tanto que você gosta do “ardidinho” dele
  • Um fio de óleo para dourar o alho
  • Um fio de shoyu para finalizar

 

Como Fazer Salada de Acelga

 

  • Coloque a acelga ou repolho já lavado e picadinho em uma travessa.
  • Rale o gengibre por cima e misture.
  • Com um fio (generoso) de óleo, doure o alho. Desligue um pouquinho antes de estar dourado para não queimar, pois ele continua fritando quando desliga.
  • Espere alguns segundos depois que desligar, e coloque na travessa em cima da acelga ou repolho. Misture.
  • Na hora de servir, coloque um fio de shoyu e misture bem.
  • Prontinho!

Dicas:

 

  • Caso ache que fez salada demais, pode guardar em pote bem fechado para o dia seguinte, mas deixe para adicionar o shoyu apenas quando for comer, se não murcha demais 😉

 

  • Sempre que eu explico essa receita me perguntam se tem que refogar o repolho antes. Não tem, tá?! É só ralar ou cortar bem fininho que apenas o manuseio, calor do alho e shoyu já amolece um pouquinho e fica crocante na medida certa.

 

Gostaram dessa opção facinho e gostosa para o nosso dia a dia?!

 

Beijos,

Bru.

Leia Mais

Página 5 de 20« Primeira...34567...1020...Última »