30 ago. 2017

Mousse de Chocolate

Procurando uma receita de sobremesa fácil, barata e irresistível?! Encontrou!! Esse Mousse de Chocolate é receita da Rita Lobo (adoro!), tem disponível também no Livro Panelinha, Receitas que funcionam e no site Panelinha.

 

Mousse de Chocolate
Mousse de Chocolate. Opcional: Finalizar com granulado belga ao leite.

 

Ingredientes para o Mousse de Chocolate:

 

  •  200g de chocolate meio amargo (usei 100g meio amargo e 100g ao leite)
  •  100g de manteiga sem sal (½ tablete)
  • 4 ovos (gemas e claras separadas)
  • 4 colheres de açúcar
  • 1/3 xícara (chá) de café pronto ou água (usei de café)
  • ½ colher (sopa) de conhaque

 

Como Fazer Mousse de Chocolate:

 

  • Pique ou quebre o chocolate em pedaços pequenos. Coloque em uma panela pequena, junto com a manteiga e o café e leve ao fogo baixo até derreter tudo, mexendo sempre. Desligue e reserve.
  • Na batedeira, juntas as gemas e o açúcar, e bater até virar um creme bem clarinho (leva alguns minutos). Junte o conhaque, o chocolate que foi derretido na panela e bata até que tudo esteja bem misturado. Retire essa mistura da batedeira e coloque em outra bacia.
  • Lave e seque MUITO bem a bacia e o(s) batedor(es) da batedeira. Bem sequinho mesmo! Agora bata as claras em neve com uma pitadinha de sal (dica do Claude para toda vez que for bater clara em neve).
  • Misture 1/3 da clara em neve ao creme de chocolate que foi reservado e mexa muito bem. Agora delicadamente, mas sem demorar muito, misture o restante das claras em neve. Transfira para uma travessa bonita, ou tacinhas individuais e leve para a geladeira por no mínimo 6 horas.

Dicas:

 

  • Eu sei, parece bem chato isso de lavar a batedeira no meio do preparo. Mas acredite, nem é tanto assim! É que segundo a Rita, faz muita diferença que as claras sejam batidas em neve apenas no momento em forem ser usadas, e não no inicio da receita como geralmente acontece. Mas please, seque tudo muito bem mesmo, se não o ponto não da certo!

 

  • Pelo menos 6 horas na geladeira… Eu acho até um pouco arriscado esse tempo, pois se a sua geladeira estiver muito cheia, não estiver muito gelada, ou você estiver cozinhando e abrindo ela o tempo todo, corre o risco do mousse não firmar, ou não ficar tão aerado. Por isso, recomendo aumentar esse tempo em algumas horas. Eu fiz a noite para servir no jantar do dia seguinte, e deu super certo. Além da garantia de que a consistência estará no ponto, acho bem melhor fazer a sobremesa o quanto antes, para ter menos louça e menos trabalho perto da hora da refeição. Olha só que textura perfeita fica de um dia para o outro:

 

Mousse de Chocolate com textura perfeita!
Mousse de Chocolate com textura perfeita!

 

Quem já conhecia essa receitinha? E quem vai fazer de sobremesa e vir me contar como ficou?

 

Beijos,

Bru.

Leia Mais

24 jul. 2017

Fátias Húngaras

 

Amores, primeiramente peço desculpas pelas fotos descuidadas… Fiz essas Fátias Húngaras em um feriado em família, e as fotos foram para o “grupo da família”, sabe? Então está super simples. Mas como não sei quando farei novamente, e muitas meninas tem me pedido a receita pelo Instagram, resolvi colocar logo para não deixá-las na mão!

 

Me apaixonei por essas “rosquinhas” na minha infância, quando a amiga da minha mãe, Célia, fazia as Fatias Húngaras mais delicadas e deliciosas! As melhores que já comi! Felizmente ela nos ensinou anos atrás e aqui estou eu passando a receitinha para vocês.

 

Receita Fatias Húngaras
Receita Fatias Húngaras

 

Ingredientes para Fatias Húngaras

Massa

  • 2 copos de leite integral (medida de copo de vidro de requeijão)
  • 3 ovos
  • 2 tabletes de fermento biológico fresco (fica na parte refrigerada do mercado)
  • 3 colheres (sopa) de óleo
  • 1 colher rasa de sal
  • 9 colheres de açúcar
  • +/-  1 kg de trigo (as vezes precisa de mais)

Recheio

(fazer enquanto a massa cresce)

  • 2 tabletes de manteiga sem sal
  • 1 1/2 xícara de açúcar
  • 2 côcos frescos ralados fino (+/- 500g)

Misture tudo com as mãos até obter uma pasta homogênea. Reserve.

Calda

(fazer enquanto a massa cresce)

  • 3 garrafinhas ou caixinhas de leite de côco
  • 3 latas/caixas de leite condensado Moça ou Piracanjuba
  • 3 latas de leite integral (medida do leite condensado)
  • Cravo a gosto (bastante)
  • Canela em pau a gosto (bastante)

Ferver e reservar. Eu gosto de colocar a calda morna/quente nas fatias pois acho que absorve melhor do que com a calda fria.

 

Receita de Fatias Húngaras

 

  • Primeiro de tudo: não pode ter pressa, a massa tem que ter o tempo dela para crescer bem linda. Se você quer assar 17:00, tem que amassar de manhã, pois precisa crescer 2x.
  • Desmanche o fermento em 1/2 copo de leite morno com 2 colheres de trigo.
  • Em uma bacia bem grande, misture todos os ingredientes como se fosse fazer um pão, abafe com pano de prato e coloque para crescer até dobrar de tamanho.
  • Depois de crescida, divida a massa em 2 ou 3 partes e abra com um rolo. É importante deixar a massa bem fina, para que depois de pronta fique com várias camadinhas/voltinhas bem delicadas.
  • Espalhe o recheio com as pontas dos dedos na massa aberta e enrole como se fosse um rocambole. Bem apertadinho.
  • Corte em fatias de +/- 2 dedos e coloque em formas untadas com margarina. Tem que deixar espaço entre elas pois vai crescer novamente.
  • Cubra com pano de prato e deixe crescer mais uma vez.
  • Asse em forno médio pré aquecido até que as Fatias Húngaras estejam levemente douradas.
  • Separe refratários/travessas/potes/o que você tiver e coloque um pouco de calda no fundo. Coloque as fatias lado a lado e regue com bastante calda, uma por uma.
  • Espere esfriar (ou não!) e delicie-seeeee!!!
  • Obs: O que sobrar na travessa precisa ser tampado para não ressecar.

 

Fatias Húngaras feitas em família na casa da Vó Laura
Fatias Húngaras feitas em família na casa da Vó Laura

 

A receitinha é um pouco trabalhosa, mas garanto que VALE MUITO a pena todo o trabalho!

Façam e venham me contar!

 

Beijos,

Bru.

Leia Mais

03 jul. 2016

Taça de Sobremesa trufada de Ninho, Brigadeiro e Morangos

Essa é uma Taça de Sobremesa cremosa com Creme de Leite Ninho, Brigadeiro e Morangos, e além de deliciosa, é muito fácil de fazer. Você pode montar em uma travessa grande, como eu fiz, ou já em tacinhas individuais.

 

Preparei para receber a família do meu marido essa semana, e todos amaram, fez o maior sucesso!

 

Sobremesa: Taça Trufada de Ninho, Brigadeiro e Morango
Taça Trufada de Ninho, Brigadeiro e Morango

 

Ingredientes para a Taça de Sobremesa:

 

Para o Brigadeiro 100% cacau

 

  • 2 latas de leite condensado
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 2 colheres (sopa) de manteiga sem sal
  • 5 colheres (sopa) de cacau em pó peneirado

 

Para o Creme de Leite Ninho

 

  • 1 lata de leite condensado
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 2 xícaras e meia de leite Ninho em pó

 

2 caixinhas de morango

Confeitos a gosto (esse que usei foi o blossoms da Callebaut)

 

Modo de Preparo da Taça de Sobremesa:

 

Brigadeiro

 

  • Colocar o leite condensado, cacau e manteiga em uma panela e levar ao fogo médio até o ponto de um brigadeiro de panela consistente. Desligue, adicione o creme de leite e reserve.

Creme de Leite Ninho

 

  • Bater todos os ingredientes no liquidificador. Reservar.

 

Morangos

 

  • Lavar os morangos ainda com a folhinha e deixar secar em papel toalha ou em cima de um pano.
  • Reservar alguns para decorar em cima, e picar em cubinhos pequenos o restante. Deixe os cubinhos de morango em cima de folhas de papel toalha para não solte água durante a montagem.

Montagem

 

  • Com uma colher grande, intercale as camadas de brigadeiro, morango em cubinhos e creme de leite Ninho.
  • Finalize com os confeitos e os morangos reservados para decorar.
  • Leve a geladeira por algumas horas para firmar.

 

Taça de Sobremesa: Surpreenda seus convidados com essa delícia!
Taça de Sobremesa: Surpreenda seus convidados com essa delícia!

 

Dicas:

 

  • Você pode usar tanto o brigadeiro, quanto o creme de Ninho em outras sobremesas, como bolos, pavês, etc.
  • Se não encontrar confeitos de boa qualidade, sugiro que finalize apenas com o brigadeiro, ou creme de Ninho e os morangos que reservou para decorar. Pois esses confeitos comuns são basicamente açúcar, gordura e corante, e acabam atrapalhando a sobremesa ao invés de deixar mais gostosa, sabe?!
  • Além disso, trocar o morango por Uva Thompson vai te render um resultado delicioso também 😉

 

Beijos,

Bru.

Leia Mais

19 maio. 2016

Torta Banoffee

Banoffee realmente é uma paixão! A combinação da banana e doce de leite em cima de uma massinha crocante, coberta com chantilly e um toque de canela é de pirar qualquer um mesmo…

Quer aprender como fazer uma torta Banoffee deliciosa e muito fácil? Vem comigo!

 

Banoffee
Banoffee

 

Ingredientes para a Banoffee:

 

  • 2 “tubos” de Bolacha Maria (cerca de 280 g no total)
  • 3 colheres (sopa) bem generosas de manteiga sem sal – em temperatura ambiente
  • Um pouquinho de leite integral (para dar ponto na massa)
  • 4 a 5 bananas grandes
  • 1 pote de Doce de leite – cerca de 300g – (eu usei um argentino que tinha aqui, mas fique a vontade para usar seu preferido, ou até cozinhar a lata de leite condensado para fazer o doce)
  • 1 pote de Nata
  • 2 colheres (sopa) de açúcar
  • 1 limão Taiti (opcional)
  • Canela

 

Como Fazer Banoffee:

 

  • Bata a bolacha no liquidificar até virar uma farinha. Ligue o forno em temperatura máxima.
  • Em uma vasilha, coloque a “farinha” de bolacha, a manteiga, e uma pitada de canela. Misture amassando muito bem, até que a manteiga esteja completamente incorporada à massa.
  • Você vai perceber que a manteiga não foi o suficiente para a massa “grudar”, então vamos usar um pouquinho de leite até a massa ficar bem homogênea. Tem que colocar, misturar e ir sentindo a massa. Mas é muito pouquinho, usei menos que 1/2 xícara.
  • Pegue a travessa que for servir, ou em uma forma de aro removível e forre o fundo e as laterais com a massa. Leve para assar no forno por 10 minutos em temperatura mínima.
  • Retire do forno e espere esfriar a massa.
  • Com a massa fria, corte as bananas em rodelinhas, e se quiser esprema limão por cima, isso evita que elas escureçam e também corta um pouco do doce.
  • Cubra a massa com o doce de leite e coloque as bananas cortadas em rodelas por cima, assim:

 

Massa já assada e fria, doce de leite, bananas em rodelinhas.
Massa já assada e fria, doce de leite, bananas em rodelinhas.
  • Coloque a nata com 2 colheres de açúcar na batedeira e bata até ponto de chantilly. Cuidado para não passar e virar manteiga!
  • Coloque o chantilly por cima das bananas para finalizar a torta. Se quiser, pode usar um bico de confeiteiro para colocar o chantilly. Tenho uma amiga que ARRASA nas Banoffees e fez assim, vejam como ficou lindo:
Banoffee da Anna: Ela usou um bico de confeiteiro para colocar o chantilly, e como fez em forma de aro removível, ficou assim linda quando desenformou. <3
Banoffee da Anna: Ela usou um bico de confeiteiro para colocar o chantilly, e como fez em forma de aro removível, ficou assim linda quando desenformou. <3

 

  • Por cima do chantilly já “decorado”, ou liso mesmo, salpique canela. Eu passei um garfo em cima do chantilly para fazer risquinhos. Vejam de pertinho como ficou:
Com o chantilly pronto em cima da torta, salpique canela.
Com o chantilly pronto em cima da torta, salpique canela.

 

  • Leve a geladeira por pelo menos 30 minutos para firmar. Se quiser pode fazer de um dia para o outro, sem problemas! Só não se esqueça de cobrir bem com plástico filme para não ressecar, ok?
Torta pronta para servir, simplesmente deliciosa!
Torta pronta para servir, simplesmente deliciosa!

 

Dica:

Minha cunhada que faz uma Banoffee deliciosa, salpica aquele “Chocolate do Padre” ao invés da canela. Fica maravilhoso também. Você pode escolher entre eles, ou usar os dois!

Leia Mais

13 maio. 2016

Crème Brûlée

Oi queridos! Fiz esse Crème Brûlèe semana passada e vou compartilhar a receitinha com vocês.

Fotografei alguns passos, mas peço desculpas pela foto dele pronto, que não lembrei de tirar, e a única que tenho é essa que a minha irmã salvou do Snap dela… Rsrs

Ah, foi a primeira vez que eu fiz, e ficou quase perfeito. Já estou passando a receita com as pequenas alterações que farei da próxima vez que for fazer, tá?

 

Crème Brûlèe. A única foto de depois de pronto. Rsrs Sorry!
Crème Brûlèe. A única foto de depois de pronto. Rsrs Sorry!

 

Ingredientes para o Crème Brûlèe

 

  • 90g de açúcar (eu pesei na balança, mas medi pra vocês e deu 6 colheres de sopa / ou 1 xícara menos 1 dedo)
  • 8 gemas (tirar a película de fora, é ela que tem aquele cheiro mais forte)
  • 400 ml de leite integral
  • 400 ml de creme de leite fresco (eu usei 2 caixinhas de Piracanjuba Gourmet e ficou uma delícia)
  • 1 fava de baunilha
  • Mais um pouquinho de açúcar para finalizar

 

Como Fazer Crème Brûlèe

 

Pimeiramente, ligue o forno para pré-aquecer.

Com a ponta de uma faca, corte a fava de baunilha ao meio (no sentido longitudinal) e raspe toda a sementinha de dentro, é isso que tem o sabor. Coloque as sementinas, a fava, o creme de leite e o leite em uma panela. Leve ao fogo baixo.

 

Crème Brûlèe - Leite, creme de leite e fava na panela
Crème Brûlèe – Leite, creme de leite e fava na panela

 

Enquanto isso, coloque o açúcar já medido em uma travessa grande. Adicione as gemas e bata muito bem com um fouet, até virar um creminho esbranquiçado.

 

Crème Brûlèe - Como fazer
Crème Brûlèe – Como fazer

 

De vez em quando, mexa o conteúdo da panela com uma colher ou fouet revestido, para não riscar a panela. Assim que ferver, desligue.

 

Crème Brûlèe
Crème Brûlèe

 

Esse passo é bem importante: Coloque 1 concha do leite da panela e bata energicamente com um fouet. Eu optei por peneirar para ter um creme bem lisinho, mas é opcional.

Eu sei que já batemos bastante as gemas com o açúcar e que já virou um creminho. Mas como o leite está quente, precisamos colocar primeiramente 1 concha, e misturar muito bem, para regular a temperatura das gemas para que não cozinhem ou talhem, ok? Esse processo se chama Temperagem das gemas.

Depois disso adicione todo o restante do leite e misture bem com o fouet. Como eu já disse, eu preferi peneirar, mas é opcional.

 

Crème Brûlèe - Eu coei para ficar mais lisinho
Crème Brûlèe – Eu coei para ficar mais lisinho. Não, eu não tenho tantas mãos, era apenas a minha irmã me ajudando… Rsrs

 

Crème Brûlèe - Misturar muito bem
Crème Brûlèe – Misturar muito bem um pouquinho do leite para que as gemas não cozinhem.

 

Depois de todo o leite misturado, passe para os ramekins (vulgo “potinhos” de louça… Rsrs).

Gente, olha os pontinhos da baunilha, que coisa mais linda! *-*

 

Crème Brûlèe - Passar para os ramekins
Crème Brûlèe – Passar para os ramekins

 

Colocar os potinhos em uma forma e colocar água até a metade, para assar em banho maria.

Levar ao forno 180ºC (ou mais baixo que você tiver) por cerca de 1 hora.

Veja bem, na verdade isso do tempo é muito relativo, as receitas geralmente indicam 45 minutos, mas com esse tempo, eu balancei um pouquinho as forminhas e estava muito, muito aguado parecia que não tinha assado nada… Então deixei mais 30 minutos, totalizando 1h e 15 minutos de forno. Você vai ter que sentir o ponto conforme o seu forno: 45 minutos, 1 hora, 1h 15min… Apenas lembre que não é um pudim, é um creminho muito, muito mais molinho do que o pudim, ok?!

 

Crème Brûlèe - Assar em banho maria
Crème Brûlèe – Assar em banho maria

 

Retire do forno, deixe esfriar um pouquinho e leve os ramekins na geladeira para gelar.

Na hora de servir, salpique uma camadinha de açúcar em cima do creme e doure com um maçarico ou com as costas de uma colher muito, muito quente esquentada na chama do fogão.

 

Dicas da Bru

 

  • Rendimento e tempo de forno: Sabe o que eu disse ali em cima sobre o tempo de forno? Então, tenho certeza de que tive que aumentar o meu tempo de forno por ter colocado em forminhas muito altas. Renderam 3 forminhas com muito creme. O ideal é usar forminhas mais rasas, assim além do tempo de forno diminuir, vamos ter casquinha de açúcar a cada colherada… O volume total dessa receita, com o leite, creme, gemas, açúcar, é de cerca de 900 ml, você pode colocar em 6 travessinhas de 150 ml cada, é o que vou fazer da próxima vez, então fica a dica, tá?! Travessinha mais rasa e aberta, funda não…

 

  • Ah, imagino que em algumas cidades seja mais difícil de encontrar a fava de baunilha. Aqui em Curitiba tem no Mercado Municipal e na Mercadoteca. Aviso que que é um produto com custo alto (paguei R$ 28 no tubo com 2 favas, e usei apenas uma nessa receita), mas se você observar, vai ver que são pouquinhos ingredientes que a receita leva, e bem baratos, então daria para “investir” em uma fava. Se você não puder comprar, seja pelo custo, seja por não encontrar, use algumas gotinhas de essência de baunilha. É muito, mas muito diferente o resultado, tá?! Mas pelo menos você testa a receita e não fica sem fazer…

 

  • Como sempre, cada vez que vou fazer uma receita nova para mim, pesquiso bastante… Então vou deixar aqui alguns links que gostei e que podem ajudar caso tenham dúvidas. Também pode me perguntar que eu respondo, tá?! É só para ajudar vocês a visualizar melhor mesmo, pois é uma receitinha não muito comum por aqui, né?! Hehehe

Vídeo Rainha da Cocada – GNT (adoro ela, gente!) Ah, nesse vídeo mostra como queimar o açúcar com as costas da colher.

Petit Gastrô – O Pedro estudou gastronomia e fez um post com várias diquinhas sobre o Crème Brûlèe

TV Sol Comunidade

Leia Mais

Página 1 de 212